top of page

Foco estratégico: o começo de qualquer sucesso

O que você faz para ganhar dinheiro em vosso consultório?




Nessa primeira coluna, gostaria de salientar que nossa proposição é explicar o passo a passo para criar mais valor para os profissionais da medicina dentária em Portugal, ajudando na compreensão que todos negócios, sempre iniciam seu modelo com o pensamento estratégico e isto gera definições para todas as áreas internas de uma clínica: portfolio de serviços, formas de precificação, escolha do ponto, pessoas, processos, evidências físicas e claro, a comunicação.


Vamos iniciar com enfoque em estratégia, mas quinzenalmente teremos novidades neste passo a passo para a construção de uma proposta de valor ainda mais eficiente.


Quando pergunto aos clientes o que eles realmente fazem para ganhar dinheiro, normalmente eles me olham surpresos.


Primeiro, porque acreditam que a resposta para essa pergunta é bastante óbvia, depois, alguns deles ficam sem saber por onde começam a responder.


Em minhas palestras e no atendimento a clientes da consultadoria, defendo a todo o momento a ideia de que o planeamento é essencial para a execução de uma estratégia de negócios, e também destaco que é preciso enxergar a clínica ou consultório como um negócio, para que assim se obtenha retorno financeiro.


Para simplificar o raciocínio, pense que você acorda todos os dias para fazer “trocas”. Vossos clientes atuais ou futuros saem de suas casas e enfrentam o trânsito para ir até o vosso negócio realizar uma troca com você – vão lhe dar dinheiro e querem em troca algo que valha a pena. Pense nisso, seja empático, coloque-se no lugar de vossos clientes e pense sinceramente: vale a pena?


“O segredo para fazer trocas

interessantes é, em primeiro lugar,

conhecer profundamente o vosso cliente.”


Pense que quanto mais souber a respeito dele, melhor compreenderá o que faz diferença e realmente agrega valor para essas pessoas. Ao definir o seu cliente e o que vai entregar a ele, está começando a desenhar um negócio.


A questão é: qual é o vosso negócio? O que você faz para conseguir seduzir potenciais compradores do seu serviço? Essas perguntas precisam ser respondidas, pois as respostas garantem conhecimento sobre o vosso modo de obter retorno por meio do seu trabalho. Uma das maneiras de entendimento do vosso negócio é uma ferramenta de avaliação

e descrição de um plano para apoiar o vosso negócio atual, ou até mesmo desenvolver um novo. Essa formalização chama-se planeamento estratégico e, apesar das críticas, tem sobrevivido como uma das mais utilizadas ferramentas administrativas nos últimos 50 anos.


É importante destacar que não existe ferramenta infalível, porém, quando nos cercamos de informações e exercemos a estimulante tarefa de empreender, não podemos ignorar algumas vantagens reais de desenhar um planeamento estratégico.


Pois bem, agora vou reunir alguns pontos importantes para que você entenda melhor o que é o planeamento estratégico e como ele pode colaborar para o sucesso do vosso negócio.


A estratégia fixa a direção: assim fica mais fácil para o vosso negócio navegar no ambiente do mercado, que quase sempre é turbulento.

A estratégia concentra o esforço: é mais fácil promover a coordenação das atividades, assim as pessoas puxam na mesma direção e existe mais concentração nos esforços.

A estratégia define a organização: com a estratégia, é mais simples de entender e até explicar o vosso negócio aos outros e também deixar claro qual é a sua diferença.

A estratégia favorece a coerência: a estratégia pode servir para reduzir as dúvidas sobre

o mercado e o futuro, pois coloca ordem nos fatores e simplifica o modo como explicamos

o mundo, o que facilita a ação.


Considerando que você se convenceu de que necessita de um planeamento estratégico, deve estar a perguntar: como faço isso?


Uma das conceções mais usadas em planeamento de negócios é a que defende que, para se ter uma proposta de estratégia é preciso definir o que é o vosso negócio. E, para isso, sugerimos que execute os seguintes passos:


• Avalie o ambiente externo em busca de ameaças e oportunidades;

• Avalie o ambiente interno em busca de forças e fraquezas;

• Retire do ambiente externo o que pode ser considerado fator-chave para o vosso negócio resultar, vá ao encontro desses possíveis desejos de clientes e tendências de mercado;

• Após analisar o ambiente interno, a partir de vossas forças e fraquezas reflita quais são suas reais consequências;

• Escreva uma missão com a compreensão de vossas competências e mais-valias;

• Com as evidências de quais são os fatores-chave para crescer no mercado, desenhe uma visão de futuro para que você e vossos parceiros tenham algo a buscar como organização.


Você já sabe que esse assunto é vasto, por isso, vamos continuar a explorá-lo em nosso próximo artigo.


Um abraço,



12 visualizações0 comentário

תגובות


bottom of page